Bombardeio em Raqqa mata líder militar do Estado Islâmico Abu Jandal al-Kuwaiti

Mundo
26
DEZ
2016

Estado Islâmico: Abu Jandal al-Kuwaiti era um dos principais líderes militares do EI (AFP)

Beirute – Um dirigente militar do grupo terrorista Estado Islâmico (EI), identificado como Abu Jandal al-Kuwaiti, morreu ontem à noite em um bombardeio da coalizão internacional na província síria de Al Raqqa, informou o Observatório Sírio de Direitos Humanos nesta terça-feira.

A ONG apontou que ele foi morto em um ataque aéreo da aliança internacional, liderada pelos Estados Unidos, que aconteceu em Jazrah, na parte oeste de Al Raqqa, considerada a capital do califado autoproclamado pelos extremistas em junho de 2014.

Essa área é palco de uma batalha entre o EI e a aliança armada curdo-árabe Forças da Síria Democrática (SDF), apoiadas por soldados especiais americanos e pela coalizão internacional.

Jazrah, que fica na margem norte do Rio Eufrates e a sete quilômetros de uma represa, tem sido testemunha de combates entre os radicais e as SDF desde ontem à noite, que registraram baixas em ambos os lados, destacou o Observatório.

Segundo a ONG, Abu Jandal al-Kuwaiti era um dos principais líderes militares do EI e no passado comandou batalhas em várias partes da Síria e, inclusive, ofensivas no Iraque.

Nos últimos anos, ele operava entre os territórios sírio e iraquiano, mas desde o início da ofensiva das SDF no oeste de Al Raqqa, em 10 de dezembro, ele se encontrava nesta região.

Por enquanto, o Comando Central dos Estados Unidos, que se encarrega das operações militares no país, não confirmou a morte de Abu Jandal al-Kuwaiti.

Fonte: Exame

Artigo postado no dia 26 de dezembro de 2016, em Mundo.

Comentários

Deixe seu comentário