Bahia estreia na temporada hoje, diante do Botafogo-PB, na Fonte

Esporte
18
JAN
2018

Cinco dos novos contratados estão no time titular e vão estrear

 

Há exatamente um ano, o treinador Guto Ferreira comandava a pré-temporada tricolor, assim como faz atualmente. Neste intervalo, teve uma passagem curta pelo Internacional. Agora, já está de volta ao Fazendão. Prestes a reencontrar o torcedor nesta quinta-feira (18), às 21h15, na Fonte Nova, diante do Botafogo-PB, pela estreia da Copa do Nordeste, Gordiola diz não estar preocupado com a recepção devido à sua saída em 2017.

 

“Existe um carinho, uma energia positiva, tanto que recebo diariamente da torcida. Se não tivesse recebendo isso da rua, estaria preocupado. Mas o calor que recebo diariamente, e do torcedor que vem até aqui, estou tranquilo”, disse o técnico.

 

Cabeça de chave do grupo C, o Bahia também terá como adversários na fase de grupos o Náutico e o Altos-PI, que empataram por 2x2 na estreia, quarta-feira (17), na Arena Pernambuco. Portanto, um triunfo deixa o Esquadrão na liderança.

 

Assim como em 2017, o tricolor fará revezamento no time, utilizando os titulares como base da escalação no torneio regional e os reservas no Campeonato Baiano, que começa no domingo (21), quando o Bahia enfrenta o Bahia de Feira, em Feira de Santana.

 

A confiança no elenco que está sendo formado para a sequência da temporada é grande por parte do técnico. Para Guto, é difícil comparar com o grupo do ano passado, que foi campeão do Nordeste sob o comando dele e 12º colocado no Brasileirão - o treinador saiu após a terceira rodada. Mas ele garante que a montagem está sendo feita de maneira criteriosa.

 

“Difícil nesse momento pontuar um e outro. Foi um grande elenco ano passado. O deste ano está sendo montado com muito carinho, para que possa dar resultado de campo. O caminho é visando construir um plantel tão ou mais forte, mas carece desse grupo conseguir os resultados que se sonha, que se tem por objetivo, e que se cria a expectativa”.

 

Estreias

 

Apesar de conhecer boa parte do elenco, o técnico tricolor vai promover de cara cinco estreias na equipe. A defesa terá como remanescentes de 2017 apenas a dupla de zaga formada por Tiago e Lucas Fonseca.

 

Nas laterais, João Pedro e Léo são dois dos novos rostos que a torcida verá na Fonte Nova. O setor, inclusive, foi totalmente remodelado, já que os reservas Nino Paraíba e Mena também foram contratados para 2018.

 

No gol, Douglas terá a missão de substituir Jean, vendido ao São Paulo. O novo camisa 1 é um dos estreantes mais aguardados, principalmente por ter sido destaque no Campeonato Brasileiro, atuando pelo Avaí.

 

Regularizado de última hora, Edson ganhou um novo parceiro na “volância”, por causa da saída de Renê Júnior para o Corinthians. Será Nilton, que voltou ao Brasil após duas temporadas no Japão.

 

Na frente, o quarteto ofensivo tem três caras conhecidas e uma novidade. Régis, Zé Rafael e Edigar Junio ganharam a companhia de Elber, que chegou para suprir as ausências de Allione e Mendoza. O ex-jogador do Cruzeiro será também responsável por cobranças de escanteios e faltas laterais, como pôde ser visto no treino de quarta-feira (17), no Fazendão.

 

No seu último dia de trabalho antes da estreia, Guto repetiu jogadas de bola parada, principalmente ofensivas. Régis também foi um dos cobradores.

 

A escalação do Bahia terá Douglas, João Pedro, Tiago, Lucas Fonseca e Léo; Edson, Nilton, Zé Rafael, Régis e Elber; Edigar Junio.

 

Fonte: Correio 24h

Artigo postado no dia 18 de janeiro de 2018, em Esporte.

Comentários

Deixe seu comentário