Inaugurada 2ª etapa da requalificação da orla do Rio Vermelho, em Salvador

Política
16
DEZ
2016

Obras dessa etapa custaram R$7,6 milhões, segundo informou a prefeitura

Foi inaugurada na noite desta sexta-feira (16) a segunda etapa da requalificação da orla do Rio Vermelho, em Salvador. De acordo com a prefeitura da cidade, as obras dessa etapa custaram R$7,6 milhões e contemplaram a macrodrenagem da bacia hidrográfica e a reurbanização da Rua do Meio, da Praça Brigadeiro Faria Rocha e da Rua da Fonte do Boi.

A obra na Rua do Meio implantou 1.400 m² de piso intertravado e uma nova rede de macrodrenagem. Além da calçada em concreto polido, o logradouro ganhou requalificação asfáltica e fixação de 258 balizadores.

A Praça Brigadeiro Faria Rocha teve as galerias de drenagem ampliadas, conforme a prefeitura. Foram implantados também 520m² de piso intertravado e as calçadas receberam 1.900m² de concreto polido e 1.200m² de pedra portuguesa.

Foram criados dois novos jardins centrais. O mobiliário urbano da praça é composto por bancos, lixeiras, floreiras, bicicletário e quatro barracas com placa de aço galvanizado com vidro, além de um quiosque.

Já a Rua Fonte do Boi teve 900 m² de calçadas em pedra portuguesa construídos e também teve suas galerias de drenagem recuperadas. Com a reurbanização das três áreas, a rede de iluminação pública passou a ser subterrânea.

Durante a inauguração, o prefeito anunciou que será feita, ano que vem, a requalificação da região do Quartel de Amaralina, assim como de outras partes do litoral no Subúrbio Ferroviário, Stella Maris, Ipitanga e Flamengo.

Participaram da inauguração o prefeito ACM Neto, o secretário municipal de Infraestrutura, Habitação e Defesa Civil, Paulo Fontana, e outras autoridades.

             


Obras
A primeira etapa das obras de requalificação do bairro foi inaugurada em janeiro de 2016. De acordo com a prefeitura, foram investidos R$ 54 milhões na primeira etapa da requalificação da orla do Rio Vermelho, que envolveu toda a área compreendida entre o Largo das Mariquita e a Praia da Paciência, abrangendo ainda o Largo de Santana e a Rua João Gomes.

Na Praça Caramuru, onde ficava o antigo Mercado do Peixe, foram instalados estacionamentos, toldos para restaurantes, paisagismo, iluminação e o calçadão foi ampliado.

A Igreja de Sant´Ana foi pintada e a Casa de Iemanjá foi requalificada. Em frente à igreja, o monumento em homenagem aos escritores Jorge Amado e Zélia Gattai, bem como Fadul, o cachorro do casal, foram requalificados.

Fonte: G1

Postado em: Política Nº de Views: 82 Comentários: 0
Prezado leitor, comentários postados, aqui, são de responsabilidade exclusiva de seus respectivos autores. No entando, caso depare-se com algo que entenda atentar contra direito ou violar um dos termos de uso deste site, denuncie. Caso queira saber mais, leia os termos de uso do site.

Deixe seu comentário