Mulher indiana compete pela primeira vez numa olimpíada na ginástica

Esporte
00
SET
0000

Poucos prestavam atenção na apresentação solo daquela ginasta morena, vestida de verde e branco, na terceira rodada de classificação da ginástica artística, no domingo (7) à tarde. Naquele mesmo momento, a brasileira Lorrane Oliveira se exibia nas barras assimétricas e o Brasil estava em segundo lugar, o que lhe dava a esperança de uma participação nas finais femininas por equipe na ginástica artística.

>> Técnica, torcida e beijos para incentivar as meninas da ginástica artística

Ao dar um salto, a ginasta caiu fora dos limites da área de competição e recebeu aplausos solidários da plateia. Era seu último exercício naquela tarde. Terminou sua apresentação cabisbaixa, mas quando o sistema de som da Arena Olímpica anunciou que Dipa Karmakar, de 22 anos, era a primeira ginasta indiana a conseguir se classificar para participar de uma Olimpíada, os aplausos solidários se transformaram em uma quase ovação. Dipa só foi menos aplaudida que as brasileiras.

Ao sair da área de competição, os atletas passam pela chamada zona mista. É ali que jornalistas têm a chance de conversar com eles. Queria entrevistar Dipa, a ginasta que levantou a Arena Olímpica, mesmo estando em 27º lugar entre as 34 atletas que haviam competido até aquele momento. Foi impossível. Na zona mista, Dipa foi cercada por um grupo de jornalistas indianos que lançavam um olhar atravessado quando eu me atrevia a tentar uma pergunta em inglês.

Dipa Karmakar, ginasta indiana, fala com jornalista (Foto: Cristina Grillo/ÉPOCA)
Dipa Karmakar, ginasta indiana, fala com jornalista (Foto: Cristina Grillo/ÉPOCA)
Consegui arrancar um olhar e um meio sorriso da ginasta, que via meus esforços para furar o bloqueio indiano. Mas nenhuma resposta. Depois de algumas tentativas de aproximação, um jornalista me afastou definitivamente do grupo com quem ela conversava. “Desista, ela não fala inglês.” Com a jornalista brasileira não foi possível se entender, mas, com o público, ela se entendeu muito bem.

Fonte: Época

Postado em: Esporte Nº de Views: 92 Comentários: 1
Prezado leitor, comentários postados, aqui, são de responsabilidade exclusiva de seus respectivos autores. No entando, caso depare-se com algo que entenda atentar contra direito ou violar um dos termos de uso deste site, denuncie. Caso queira saber mais, leia os termos de uso do site.

Deixe seu comentário

Marcos Barbosa Souza

Massa. Gostei!