Viúva da Mega-Sena é condenada a 20 anos de prisão pela morte do marido

Justiça
15
DEZ
2016

A ex-cabeleireira Adriana Ferreira de Almeida, conhecida como 'viúva da Mega-Sena', foi condenada a 20 anos de prisão -- inicialmente em regime fechado -- pela morte do marido Renné Senna. A sentença foi proferida pelo II Tribunal do Júri de Rio Bonito (RJ), na noite desta quinta-feira (15).

Adriana foi condenada pelo crime de homicídio duplamente qualificado, por motivo torpe e quando não há chance de defesa, e foi considerada mandante do assassinato. O crime aconteceu em janeiro de 2007.

Na sentença, o juiz Pedro Amorim Gotlib Pilderwasser decretou a prisão preventiva da ré, descartando a possibilidade de Adriana recorrer em liberdade, ressaltando que durante as tentativas de intimação para o julgamento, ela não foi localizada.

Adriana havia sido absolvida em dezembro de 2011, pelo Conselho de Sentença de Rio Bonito. Mas, em abril de 2014, o Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ) julgou recurso do Ministério Público estadual e decidiu submeter Adriana a novo júri.

Os desembargadores da 8ª Câmara Criminal acolheram a tese do MPRJ de que a decisão dos jurados foi manifestamente contrária à prova dos autos.

Fonte: G1

Postado em: Justiça Nº de Views: 85 Comentários: 0
Prezado leitor, comentários postados, aqui, são de responsabilidade exclusiva de seus respectivos autores. No entando, caso depare-se com algo que entenda atentar contra direito ou violar um dos termos de uso deste site, denuncie. Caso queira saber mais, leia os termos de uso do site.

Deixe seu comentário